Curiosidades



Professor faz paródias de Bon Jovi e Mamonas para ensinar biologia no AC


Postada: 28/06/2016 - 16:31:33



 

Roqueiro assumido, o professor Juanes Paulo Batista Bonifácio, de 26 anos, decidiu levar para a sala de aula a paixão ao escrever paródias de artistas como Bon Jovi, The Cranberries e até Mamonas Assassinas. O objetivo das músicas é ensinar biologia aos alunos do Curso Aprovação, em Rio Branco, onde ele dá aulas.
Segundo ele, a ideia surgiu para que os estudantes tivessem um diferencial e, apesar do conteúdo puxado, não encarassem as aulas como engessadas ou chatas. O jovem professor crê ainda que as aulas com violão e guitarra podem dar aos alunos uma nova percepção sobre o conteúdo, agregando ainda mais valor às aulas.
"Encaro a música como sendo mais uma cor de giz que agrega valor à aula. O violão é mais prático e fácil de carregar. A guitarra dá um peso, afinal sou roqueiro. Todas as músicas que uso possuem um contexto, uso elas como floreio, mas isso não é a base da aula. A base é o conteúdo, a matéria, bem pesados", explica bem humorado.
O roqueiro conta que a maior parte dos estudantes aprendeu as letras rapidamente e canta junto. Porém, relata que alguns mais tradicionais acreditam que a música não agrega tanto conhecimento. Mesmo assim, ele afirma que a resposta é positiva.
"De modo geral, a resposta é muito boa até na hora deles fazerem as provas. No conteúdo das letras, acabo tentando passar aquelas coisas que são mais abstratas, como bioquímica, por exemplo. Tem uma música até que diz "essa é a respiração celular 38 ATP's eu vou formar" que fiz baseada na música It's My Life do Bon Jovi", conta.
Bonifácio também é aluno de medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac) e trabalha em cursinhos há mais de cinco anos, além de dar aulas particulares. O jovem toca violão e guitarra desde os 12 anos, além disso também toca piano. A influência musical veio da mãe, que é professora de música.
A estudante Vanessa Alnert, de 17 anos, faz parte de uma das turmas do professor e concorda com o método de usar paródias. Ela afirma que, além da memorização, as músicas tornam as aulas mais fáceis e divertidas.

Música pode ajudar no Enem

O professor salienta que a música pode ser usada para facilitar a memorização de conteúdo e deixar os alunos mais tranquilos com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016.
Saria Soares de Souza, 19 anos, explica que as paródias ajudam a memorizar pequenos detalhes que devem ser cobrados no exame.
"As paródias ajudam a resolver inúmeras questões. Não há quem não lembre das músicas dele [Juanes] quando encontra uma questão com aquele tema. Acho que isso poderia ser feito em outros locais de ensino. Afinal, quem não gosta de uma aula divertida?", questiona e deixa a proposta.

Metodologias ativas

Além da música, Bonifácio destaca que sempre procura por outras metodologias ativas, tudo para diminuir as dificuldades dos estudantes. Apesar de se sentir gratificado com os resultados, relata que não é fácil conciliar a rotina de estudante e professor, pois a preparação das aulas demanda tempo. As aulas no cursinho ocorrem principalmente às segundas e terças-feiras, além disso, ele dá aulas gratuitas esporadicamente.
"A educação é instrumento de mudança e não só um paradigma conteudista de vomitar matéria. O objetivo é mostrar ao aluno a importância da reflexão filosófica, o quanto a ciência pode libertar o homem da ignorância. Eu enxergo também que o saber tem uma certa paixão. O que realmente te motiva é olhar no olho do seu aluno e pensar: 'hoje eu fiz diferença na vida desses adolescentes'", finaliza.


G1/educação



Deixe seu comentário



FIQUE POR DENTRO